30 de mar de 2010

Como aumentar a segurança nos condomínios

Todos têm que colaborar

Segundo especialistas da Polícia Militar de São Paulo, tanto os funcionários quanto os condomínios e os síndicos devem tomar algumas precauções para evitar casos de assaltos nos condomínios. Abaixo estão algumas sugestões importantes:

Funcionários
- Exigir identificação do visitante antes de abrir o portão;
- Todas as encomendas devem ser entregues na portaria, não podendo se feitas no apartamento;
- Observar a entrada e saída dos moradores e checar a presença de pessoas estranhas próximas ao condomínio.

Condôminos
- Tem em mente que a sua cooperação é essencial para a segurança do condomínio; para a segurança do condomínio;
- Antes de entrar ou sair do condomínio prestar atenção se há pessoas estranhas por perto. Caso isso ocorra, é sugerido dar voltas com o carro pela quadra até sentir-se seguro;
- Não comentar sobre sua situação financeira com funcionários do condomínio.

Síndicos
- Estar sempre atentos aos trabalhos e rotina dos funcionários e zeladores;
- Cuidar para que as entradas do condomínio fiquem bem iluminadas;
- Relacionar-se com outros síndicos da região, para identificação de alguma falha de segurança na área e possíveis suspeitos.
fonte:http://licitamais.com.br/noticias/news/Como_aumentar_seguranca_nos_condominios.html

28 de mar de 2010

Utilização dos Extintores em Edifícios

O extintor é um equipamento de primeira intervenção no combate a um foco de incêndio em fase inicial de propagação. A substância contida no extintor designa-se por agente extintor.

Os principais agentes extintores são água, espuma, pó químico ou dióxido de carbono (CO2). A carga contida nos extintores à base de água é expressa em litros e os restantes são expressos em quilogramas.

Quanto à mobilidade, os extintores podem ser móveis ou portáteis, podendo estes últimos ser manuais ou dorsais. Os extintores manuais têm um peso igual ou inferior a 20 kgs.

Quanto ao funcionamento, os extintores podem ser de pressão permanente ou pressão não permanente. Nos extintores de pressão permanente, o agente extintor e o gás propulsor, geralmente azoto (N2) estão misturados no recipiente. Nestes extintores existe um manómetro que permite verificar se a pressão interna se encontra dentro dos valores estipulados para o funcionamento eficaz do mesmo.
Nos extintores de pressão não permanente, o agente extintor ocupa apenas uma parte do volume interno do recipiente. Quando se coloca o extintor em funcionamento, o gás propulsor passa através do tubo de descarga e expande se no interior do extintor, indo ocupar o volume da câmara de expansão, misturando se com o agente extintor.
fonte:http://noticiasdocondominio.wordpress.com/category/seguranca/

Segurança nos elevadores

Para segurança dos utilizadores e do próprio elevador, devem ser observadas todas as normas de segurança legais.
Os avisos e as instruções no elevador devem ser em material durável e estar colocados bem à vista, com caracteres perfeitamente legíveis e de cor contrastante.

Na cabina dos elevadores deverão constar os seguintes itens:
* Aviso para evitar a utilização do elevador por crianças com menos de 10 anos de idade quando não acompanhadas por adultos (para elevadores instalados até 1991);
* Indicação de número máximo de pessoas e carga, em quilogramas, que é permitido transportar;
* Nome, morada e número de telefone da entidade encarregada da conservação;
* Tipo de contrato de manutenção celebrado;
* Certificado de inspecção periódica.

Do lado de fora do elevador há também uma série de itens a considerar:
* Junto aos acessos aos elevadores devem ser afixados indicativos de segurança, recomendando a sua não utilização – mas sim a das escadas – como meio de evacuação em caso de incêndio;
* Havendo mais que um elevador, deverão estar devidamente identificados e a respectiva referência deverá constar de placas, afixadas nos acessos de patamar de maior movimento;
* No exterior dos acessos à casa das máquinas e dos locais de rodas de desvio, deve afixar-se o seguinte aviso: Elevador, casa das máquinas – Perigo. Acesso proibido a pessoas estranhas ao serviço.
fonte: http://noticiasdocondominio.wordpress.com/